os sons do passado e futuro

blowing_in_the_wind

Sou sobretudo o som do silêncio
Do vento que sopra na tua janela
Do zumbido surdo da brisa nas flores
Do estalar dos lábios num sorriso tímido
Sou o farfalhar das folhas
Das folhas pintadas no teu vestido de verão
Sou o som da solidão
Da respiração solitária
Do palpitar do coração
Sou o som do jovem apaixonado
Do suspiro angustiado
Do choro não guardado
Sou o som da sua lembrança
Sou o que te faz lembrar de dias passados
Mas sobretudo
Sou o que te faz sonhar com dias futuros.

Anúncios

o som do silêncio

raindrops

Ela me atirou um bloco maciço de silêncio
E exigiu que eu o carregasse sobre meus ombros

Pensava que o silêncio era um castigo
Mas o que são castigos senão uma forma de nos corrigirmos

É como uma cura pros seus vícios
Uma correção pra sua coleção de erros

Sim o silêncio foi um castigo
Que vem corrigindo os desesperos da minha alma

E nos dias em que as palavras já não cabem mais em meus textos
É melhor que o silêncio cubra também as palavras escritas

Teu silêncio me deu a paz que eu buscava no teu afeto

Ouço agora apenas o som da chuva que lava minha alma
E nem ao menos me recordo o timbre da tua voz

Talvez todo esse tempo tenha sido um sonho pra me tirar da monotonia
Talvez tenha sido a forma de calar as vozes que me perseguiam

O teu silencio me curou
Mais do que curaria o teu amor

E mais uma estação acaba em nossas vidas
E assim se vai mais uma vida levando junto outro amor não vivido.

o som do adeus

window_wind

Eu ouvi o som de um final feliz
Mas já ando tão acostumado a escutar coisas que não existem
Ouvi noutro dia os sinos que anunciavam
A chegada de uma nova estação
Mas era apenas o vento que batia em minhas janelas
Me fazendo acreditar em todas as promessas de um novo dia
Ouvi quase sem querer os sussurros apaixonados de uma amante
Mas eram apenas os ratos que roíam as pontas dos meus livros de cabeceira
Continuo ouvindo os sussurros
Mas hoje eles me prometem apenas mais uma noite sem dormir
Ouço as promessas numa propaganda de manteiga
Ouço as falácias de alguém desapontado
Mas minha surdez me faz duvidar quando ouço alguém que me nega
Não ouço bem quando gritam aos meus ouvidos
Qualquer palavra que não seja do meu agrado
Ainda ouço o som de um final feliz
Mas ele vai se afastando
Junto com o som de uma primavera que se foi
Dos ventos que bateram em minhas janelas
Trazendo as promessas de um novo dia
Ouço nas musicas o triste adeus de um final feliz
Sim agora ouço o que você me dizia
Era apenas mais um adeus de um final não feliz.