all you need is love

love
Tentei falar dos teus olhos
Tentei escrever sobre paixão
Tentei pensar se te teria ou não
Tentei olhar pras folhas em branco
Tentei escrever em vão
Tentei por fim completar mais um refrão
Escrevi linhas de besteiras
Li palavras cheias de estupidez
Mas tudo o que me preenchia era pura insensatez
Pensava nos teus lábios
Lembrava da tua voz
Sonhava com o dia em que estaríamos a sós
Os dias que se passam
E das noites que sonhei
Lembro apenas que por ti me apaixonei
Ao fim desses pensamentos aleatórios
Penso apenas que escrevi demais
Mas sei que apenas com você comigo
Viverei meus dias de paz.

Anúncios

por dias de paz

vazio(peace)

A verdade dos meus sonhos
Não é a verdade da minha realidade
O que sonho e penso
Não é aquilo que desejo e vejo
O que talvez quero
Nego
Pois sei que erro
Saber o que quero atualmente
É errar sem ousar cometer
A duvida que me consome
Não é sobre o que deveria fazer
E sim o que deveria deixar de fazer
Sei que não devo mudar planos
Mas não sei se devo adotar novos
Sei que devo seguir
Mas não sei se devo buscar por algo a mais
A duvida que me consome dia-a-dia
Me faz pensar mais do que deveria
Não sei se devo seguir a máxima de deixar a vida me levar
Mas creio que já deixei ser levado por tempo demais
Espero que logo minha mente não me engane mais
Espero enfim por dias de paz

a entrega

abismo

Me entregando
Penso que já fiz isso por vezes que nem creio mais
Me entregar a algo sem garantias
Sem saber ao certo se
Ao que me entrego
Realmente quer me receber
Me jogo como um cego
Num abismo infinito
No qual a queda
Me dá calafrios
Calafrios de prazer
Calafrios de medo
O frio na espinha que não controlo
E que me faz pensar
Que sou apenas um estúpido
Pensando no que não tenho
E no que provavelmente não vou ter
Ao me entregar
Renego a tudo que é meu
Por instantes deixo de lembrar
De tudo que corrói minha vida
Ao me renegar
Me deixo em tuas mãos
E que elas saibam onde me levar
Pois já me perdi há dias atrás
Quando olhava no abismo dos teus olhos.

confusa obsessão

nosbraços

Eu sei que quando sinto
Vejo você
Em seus passos
A passos de mim
Sem que eu saiba
Se vem
Se me diz que sim
Apenas aproveito por assim dizer
E quando
Não sei
Sentir você
Terei
Apenas um momento
Pra te ter
Entre meus braços
Seus
Abraços
Te sinto no entanto
Afastando
Sabendo não voltar
Já não sei mais
Se tive
O que perdi
Te ver
Uma ultima vez
Não é opção
É obsessão