sobre a espera e a esperança

waste

Quando os dias passam
Sem você perceber as horas que perdeu

Quando as palavras falham
Pra escrever a ela tudo o que sentiu

O tempo que perderam
As palavras que falharam
Os sorrisos que se encontraram
Os lábios que não se tocaram
Os corpos que não se enlaçaram
As poesias que declamaram
Os dias que se amaram

Vieram e se foram
Como a poeira num vendaval
Como os sonhos de um temporal
Como a carne que se abre
Na lamina de um punhal

A brevidade de um instante
O suspiro inquietante
O tempo que passa
Essa é minha sina

Sim, tudo passará
Na espera de uma palavra
Na espera de um sorriso
Na esperança de encontrar
Uma razão pra essa vida.

 

Anúncios

juras de um covarde

Eu bolei mil juras de amor durante a semana
Pensava nela
Criava rimas com seus olhos
Depois rimava com seus lábios
Ouvia a sua voz até no canto dos pássaros
Agora chegou o fim-de-semana
Aquelas palavras de amor se perderam
Pois a covardia me consome
As juras de amor
Fogem de meus lábios
E seus lábios
Já não são tão rubros
E seus olhos já não brilham mais
Quem se deixa vencer pela covardia
Deixa de viver dia após dia
E a esperança de que ela saiba do seu amor
Vai embora
Deixando aqui apenas o remorso e o rancor.

sobre a esperança


De repente ele se deu conta do tempo que passou
Já não sabia se eram meses ou anos
Se deu conta de que não poderia mais esquecer
Suas tentativas infundadas ao longo de todo esse tempo
Tentou se enganar por algumas vezes
E chegou a acreditar de fato que esquecera
Mas seus olhos sempre estavam em busca daqueles olhos
As lembranças o invadiam de tal forma
Que já não sabia mais o que de tudo aquilo era sonho ou realidade
Apenas voltava a sonhar com ela
Sem se lembrar que sonhava com ela
Todos os dias
Desde que resolvera esquecê-la
Chegava à conclusão que existem amores impossíveis
E amores impossíveis de se desistir
Não sabia em qual se encaixava
Mas rezava para que não fosse impossível de qualquer forma
O fato é que sabia que jamais a esqueceria
Mesmo tendo ela novamente em seus braços
Mesmo sem saber se ela voltaria.


sobre estar resignado

Eu aceito essa situação
Aceito tuas imposições
Aceito estar à margem de sua vida
Aceito estar presente nas horas que lhe convierem
Aceito ser teu ponto de segurança
Sua amizade a qualquer momento
Aceito ser as palavras de amor que esperava de outro
A dedicação fiel
Aceito escutar tuas queixas
Receber tuas raivas e maledicências
Aceito tuas agressões
E receber as migalhas da tua atenção
Aceito por que sei que é o que posso ter no momento
Por esperar poder ter um pouco a mais no futuro
Aceito por acreditar que percebes minha dedicação
Por me sentir satisfeito com os poucos momentos de afeto
Aceito pela esperança
De que um dia tu aceitarás tudo o que te dedico
Que serei o teu único ser querido
Por quem sonharás e rezarás dias e noites
Aceito por acreditar em tudo o que tenho dito
E que todo esse amor vale a pena.

simples espera

boyandgirl

Ele fazia pequenos gestos para que ela reparasse nele
Ela se perguntava por que ele não a olhava
Por que ele tentava chamar atenção de mais alguém se ele já tinha a sua
Ele tentava lhe arrancar algum sorriso sem que ela percebesse
Mas não conseguia reparar nas pequenas variações de expressões que ela controlava por causa de sua timidez
Ambos pensavam simplesmente em estar juntos um do outro
Mas sentiam-se tão afastados ao mesmo tempo, que cada vez mais se entristeciam
Nenhum dos dois percebia que suas mentes pensavam em uníssono
Que suas almas rugiam pelo calor um do outro e que não haveria escapatória hora ou outra
Talvez, simplesmente ainda não fosse a hora certa
Talvez não devesse ser tão simples assim
Mas quem disse que coisas como essas são simples?
Ele odiava toda essa dificuldade
Ela também, mas achava graça, e um tanto quanto excitante tudo isso
Ele jurava que se declararia da próxima vez
Ela prometia não dizer “não”
A hora certa chegaria
Paciência ela dizia
Confiança ele queria
Certas coisas não são sem motivo ou razão
Apenas acontecem sem controle
Ao fim de tudo
Ela não disse “não”.