sobre o amor e a coragem

De onde vem essa coragem?
Será simplesmente uma centelha divina que nos dá essa coragem terrível?
O dom de amar uns aos outros
De cultivar amor por outra pessoa que não você mesmo
De onde vem essa maldita coragem que nos faz esquecer de todo e qualquer sofrimento?
Qual a razão das pessoas se amarem, mesmo tendo a certeza de que não será para sempre?
Não que eu não acredite num amor eterno, mas o fato é que nós não somos eternos
Como pode um homem amar uma mulher, e essa mulher amar tal homem, de forma que esqueçam que toda vida tem um fim?
Como podem criar vidas a partir desse amor, a ponto de se esquecerem que não estarão presentes para sempre, para amar essas novas vidas?
Como poder amar, tendo a certeza do sofrimento ao fim?
Como dedicar sua vida, a algo, que como você, não terá mais vida hora ou outra?
Que dom divino é esse que nos preenche, e nos ensina, que no final seremos congratulados com o sofrimento?
Bendita seja essa coragem, que nos cega para um futuro de sofrimento
Benditas sejam as pessoas que se entregam ao amor, sem medo do fim imediato
Já que o sofrimento final é inevitável
Benditos são os que amam na plenitude da sua capacidade
Benditos aqueles que amam e se deixam ser amados!

do medo ao egoísmo

O medo que sinto
É que alguém nesse mundo
Devote amor maior que o meu a você
É pensar que possa existir alguém
Que te ame mais do que eu amo
Então me corrôo de culpa
Pois tamanho egoísmo não existe
Não desejar que a pessoa amada sinta de outro alguém
Tamanho amor que lhe é dedicado
Pois sei que dos meus sentimentos não quer provar
E me corrói saber que não é possível
Que nesse mundo não haja outro que se encante por você
Que cultive o mesmo amor
Ou provavelmente um amor maior
Por alguém que merece ser amada de qualquer forma
Este egoísmo me consome
Pois sonho com a tua felicidade
Mas não uma felicidade que não venha dos meus braços
Por isso tenho medo
Pois tenho certeza de que encontrará tal amor
De que talvez seu amor também se manifeste
E que meu amor se esgote
Seque na fonte que nunca foi encontrada
Sei que há de ser feliz
Mas desejo que não esqueça
Que amor imenso por ti ainda existe
E por mais que se afaste e me esqueça
Meu medo e egoísmo sonharão que ainda voltará
E que em meu peito encontrará
O amor que aqui ainda reside.

the thief of hearts

Das dores lancinantes que percorrem a alma
Me lembrei durante esses dias que passaram
Sentia a dor fria que irrompia em minha mente
E o calor de minha alma se esvaindo livremente
Tentei agarrar com minhas forças o que restava de sentimentos
E senti que o vazio completava o vácuo criado em mim
Apontei para o ladrão que carregava meus sentimentos
E exigi em uma suplica escancarada
Que devolvesse aquilo que ele levava
Pois tais maldições não se devem ser espalhadas
Mas sim contidas na escuridão de cada ser
Ele riu de mim com seus dentes dourados
E o escárnio de suas palavras foram um alivio para meus ouvidos
Me informava então que o que me roubava
Não mais importava ao meu coração
Que tais sentimentos direcionados
Nunca mais voltariam a ser encontrados
Que a maldição que morava em minha alma
Era apenas mais uma das tantas outras que ele já havia levado
Dos sentimentos perdidos e mal gastos
Não sentiria falta jamais
E revelou que seu nome era tempo
E que levava de mim
O bom e o ruim
De mais um amor que enfim
Encontrei e não vivi.

begging

Eu só queria que você estivesse por perto
Por um pouco mais
Pelo tempo que não tivemos
Pelos dias que perdemos
Dos dias que tivemos e não aproveitamos
Das horas que passaram
Das juras de amor
De tudo o que declamei
Das palavras que lancei aos ventos
Eu só queria que você estivesse aqui
Por mais um dia
Que estivesse ao meu alcance
Das horas que perdi
Sem saber o que fazer
Olhando em teus olhos
E perdido nas tuas palavras
Rezo pelo dia da tua volta
Eu só queria ter você aqui
Ao meu lado como deveria ser
Caminhando junto a mim
Podendo aproveitar as horas sem fim
Do amor que não tivemos
De tudo que não aproveitamos
Me faz falta tudo que não tivemos
Espero o dia em que possa te encontrar
Ficarmos juntos finalmente
Te encontrarei algum dia
Estaremos juntos enfim
Espero que volte logo pra mim.

a despedida

Como posso dar adeus pra alguém quem nunca conheci
Como poder dar adeus estando longe há muito tempo atrás
Como poder sentir a falta de alguém que está indo embora
Se eu fui embora antes
Como amar alguém desconhecido
E que já dei adeus mais de uma vez
Como esperar estar junto de alguém depois de tantas despedidas
Fui embora sabendo que ela também iria
Mas agora sinto sua falta mais que nunca
Mesmo sem tê-la em meus braços ao menos uma vez
Mesmo sem nunca ter sentido seus lábios nos meus
Mesmo sem ter seus olhos verdes olhando nos meus
Como posso sofrer por esse adeus se o primeiro adeus foi meu
Como saberei se haverá um reencontro se nunca houve o primeiro encontro
Esse tipo de amor confuso me faz mais confuso a cada dia
Esperar ter alguém de volta
Alguém que nunca tive na verdade
Esperar que possamos nos reencontrar algum dia
O reencontro que fosse a primeira vez que te encontraria
Continuo esperando sem saber se um dia você voltará
Continuo dizendo que sim, que meu amor é seu
E que espero te ter em meus braços novamente
Novamente em meus sonhos
Pela primeira vez
E por toda a minha vida.