as nuances da mediocridade

mediocrity

Porque viver de aparências meu amigo?
Quando você me aparece com suas novidades
Não me mostra de fato o que elas representam
Tua incompetência de exercer qualquer relação
Sem ser por meio de interesses ou idéias de poder

Tua podridão de conceitos
É de fato conveniente
Pois quando de fato estiver em podridão completa
Talvez teus interesses interessem aos vermes

E o que servia pra teu conforto e aparência
Servirão apenas pros excrementos e restos
Do que restará da tua santa ignorância.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s