sobre a espera e a esperança

waste

Quando os dias passam
Sem você perceber as horas que perdeu

Quando as palavras falham
Pra escrever a ela tudo o que sentiu

O tempo que perderam
As palavras que falharam
Os sorrisos que se encontraram
Os lábios que não se tocaram
Os corpos que não se enlaçaram
As poesias que declamaram
Os dias que se amaram

Vieram e se foram
Como a poeira num vendaval
Como os sonhos de um temporal
Como a carne que se abre
Na lamina de um punhal

A brevidade de um instante
O suspiro inquietante
O tempo que passa
Essa é minha sina

Sim, tudo passará
Na espera de uma palavra
Na espera de um sorriso
Na esperança de encontrar
Uma razão pra essa vida.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s