elas

Gosto de vê-las passar
E de quando passam as mãos nos cabelos e os jogam pra frente do pescoço
Quando prendem os cabelos e deixam a nuca à mostra
Gosto de vê-las passarem rindo
Quando passam em grupos cochichando
E quando olham pra alguém e ruborizam
Gosto de vê-las quando soltam os cabelos
E jogam a cabeça de um lado paro o outro fazendo os cabelos se soltarem
Gosto de vê-las sorrir
Quando sorriem um sorriso tímido de menina
Ou quando riem até perder o fôlego
Gosto de vê-las passar e me perder pensando
Em que elas estariam pensando
Gosto de cada uma delas
Com suas diferenças, nuances e seus realces
Gosto daquelas que me olham de canto de olho e sorriem
Gosto daquelas que me conquistam com sua extroversão e palavras sem fim
Gosto daquelas que calam e se fazem um enigma
Gosto de ver passar aquelas que não conheço
E me perguntar o que elas gostam ou odeiam
Gosto de seus enigmas e de seus sorrisos fáceis
Gosto de vê-las passar
E agradeço a Deus por ter feito seres como elas
Belas de se admirar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s