rimas espectrais

O alvorecer de um novo dia desponta no céu
E já posso ouvir os bem-te-vis em minha janela
Pergunto aos fantasmas que somem com o fim da madrugada
E se assustam com o brilho da alvorada
Desses novos dias o que realmente me espera
Tais criaturas são mudas e sem visão
E percebo que não podem na verdade me dar caminho ou direção
O fato é que num ultimo adeus eles me apontam o coração

Sabio conselho de espectros malfadados
Apesar de não saber ao certo se seguia a voz da razão
Sobretudo sei que sempre segui meu coração

Ao tentar escutar os ultimos sussurros da noite, nada ouço
Nem ao menos o cantar dos bem-te-vis ou o crocitar dos corvos
Espero que a manhã venha abençoada para mim e para você
Livre de todas as possiveis alucinações
E que dê um novo animo para nossos debilitados corações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s