sobre a esperança


De repente ele se deu conta do tempo que passou
Já não sabia se eram meses ou anos
Se deu conta de que não poderia mais esquecer
Suas tentativas infundadas ao longo de todo esse tempo
Tentou se enganar por algumas vezes
E chegou a acreditar de fato que esquecera
Mas seus olhos sempre estavam em busca daqueles olhos
As lembranças o invadiam de tal forma
Que já não sabia mais o que de tudo aquilo era sonho ou realidade
Apenas voltava a sonhar com ela
Sem se lembrar que sonhava com ela
Todos os dias
Desde que resolvera esquecê-la
Chegava à conclusão que existem amores impossíveis
E amores impossíveis de se desistir
Não sabia em qual se encaixava
Mas rezava para que não fosse impossível de qualquer forma
O fato é que sabia que jamais a esqueceria
Mesmo tendo ela novamente em seus braços
Mesmo sem saber se ela voltaria.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s