cobranças e promessas

Lembra das horas em que ela olhava pra você?
Ela nada dizia
Mas seus olhos diziam mais do que você poderia compreender
Lembra de quando suas promessas eram mais do que palavras?
E as palavras eram mais do que joguetes para o seu próprio prazer
E das horas que passavam
Sem que o tempo lhe ferisse e escarnecesse de você
Lembra de tudo o que passou e que não pôde controlar?
Então lembra
E não deixa esquecer de tudo o que deixou passar
Lembra que não há mais tempo pro que não foi
Mas terá tempo suficiente
Pra todo o resto que virá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s