o escafandro

Seus sentimentos fechados num escafandro
Eram indecifráveis para qualquer um
De seus sonhos e medos ninguém sabia
Dos seus amores e conquistas muito menos
Ela apenas seguia em frente
Sem permitir que outros a traduzissem
Ela apenas vivia se mantendo um mistério
Aos olhos alheios era uma interrogação
Era a duvida que muitos queriam desvendar
Ela seguia em seu mundo
Entre nevoas e sombras
Sem saber se revelaria aos que a cercavam
Quem era e o que pensava
Mas dentro de suas próprias duvidas
Ela apenas seguia em frente
Sem olhar para trás
Sem dar a oportunidade de revelar aos outros
Se amava, se vivia e o que pensava
Deixava apenas a duvida
Em todos que procuravam lhe entender
Em todos que tentavam conquistá-la

Anúncios

2 comentários sobre “o escafandro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s