um sopro de nostalgia

vento

Hoje eu ia escrever sobre o tempo passando
Mas o que me passou foi o vento soprando
Pensei imediatamente onde me sinto bem
Pensei em praia, num dia de vento
Pensei em Ilhabela num dia de calor
Quando o vento nos presenteia com um leve frescor veraneio
Os dias que passava descuidado
Sem pensar em algo realmente importante
Apenas queria ter mais um dia daqueles
De breve alegria
Quando o vento soprava e amenizava o calor abrasivo
E também dos dias de extremo calor que se transformavam em tempestades de verão
Como tenho saudade dos dias que a vida não me acusava
Quando os dias não me cobravam
Quando simplesmente vivia e aproveitava a vida de forma ingênua
Esperando que mais um vento beijasse meu rosto
Ou que gotas de chuva de verão caíssem sobre minha cabeça
Esperar apenas o dia passar sem culpa
Assim como passam as tempestades de verão.

Anúncios

Um comentário sobre “um sopro de nostalgia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s