A simplicidade do vazio

 

nobody

As vezes tenho que acreditar que há um propósito maior
Um propósito pra minha vida
Pra sua vida
Pra vida dos que me cercam
Pois tudo que vejo e vivo
Não tem nexo
Conectividade
Congruência
Vezes em que preciso tentar acreditar
Talvez me enganar
Ou fazer-me pensar, que acredito, em algo impossível de crer
Sem nexos como meus pensamentos
Passam os dias que perco
E não me prendem a nada que poderia ter sido
A vida que passou
Os dias que viveram
Os outros que morreram
Sempre uma incongruência que me cerca
Sempre a aflição de que nada fará sentido
De que os dias passaram
E que tudo que vivi foi em vão
Pensar no que não deveria
Querer as coisas que sempre tive
Sem saber que sempre foram minhas
Desejar as que nunca tive
Sabendo que nunca as terei
Assim segue o tempo
Que teima em não passar
Ao menos em minha mente
Pois o tempo que perco é maior que qualquer possibilidade
De viver um tempo mais precioso que o passado
Os dias passaram
E se continuarão passando não posso dizer
Pois quem dirá que sabe de seu futuro
De que sabe dos dias que virão
Ninguém
Ninguém

Anúncios

Um comentário sobre “A simplicidade do vazio

  1. Tudo muito explícito…coisas q sempre pensei e nunca consegui traduzir em palavras.
    Tantas coisas sem nexo nessa vida cheia de vazios!!
    Lindo! Bjuxxx

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s